Buscar
  • desafiomecanico

Resumão da última batalha das quartas de final: Carlos vs Junior

O último embate das quartas de final foi emocionante. No duelo mais acirrado até aqui, tivemos um longo debate entre os jurados e um desfecho de tirar o fôlego!

Carlos Eduardo, de Araçatuba-SP, e José Junior, de Belo Horizonte-MG, protagonizaram o duelo mais parelho e acirrado até aqui. Depois de uma batalha tensa e emocionante, os jurados tiveram muito trabalho na decisão e, só depois de um longo debate, definiram o último semifinalista do reality.


Vale lembrar que nesta fase todos os participantes tiveram que desmontar, substituir o kit de reparo e remontar a suspensão Manitou Markhor, em até 30 minutos. Nas provas foram utilizadas peças, ferramentas e insumos da mais alta qualidade, referências no mercado: Suspensão Manitou Markhor, óleo de suspensão Algoo e ferramentas Park Tool, além do relógio Garmin Forerunner 245 que monitorou a frequência cardíaca dos participantes durante toda a prova.


A batalha

Carlos e Junior possuem muita experiência quando o assunto é mecânica de bicicletas. Os dois começaram a batalha com muito foco, demonstrando ter conhecimento dos equipamentos e procedimentos do qual estavam trabalhando. Carlos logo abriu o manual de instruções e começou a seguir o passo a passo, enquanto Junior demorou para fazer o mesmo. Os dois mecânicos continuaram o trabalho com maestria e, até então, apenas uma observação havia sido apontada pelo trio: Junior utilizou o torquímetro para soltar as peças, erro que pode danificar a ferramenta.

Ambos seguiram a disputa de forma muito parelha, fazendo os procedimentos corretamente e praticamente ao mesmo tempo, sem levantar muitas observações dos jurados. Ao final do cronômetro Junior ainda conseguiu colocar o óleo na suspensão, dando um passo à frente de seu adversário. Marron anunciou o fim da prova e, apesar do bom trabalho, ambos não conseguiram finalizar o serviço.


Avaliação e uma decisão emocionante

Os jurados elogiaram a postura dos dois competidores, que demonstraram muita calma e profissionalismo ao realizar os procedimentos. Algumas observações foram feitas, como a advertência sobre o uso errado do torquímetro e o fato dos dois não terem terminado o procedimento. Vini ainda pediu os torques que cada um tinha dado para ter mais embasamento na hora de decidir o vencedor em uma disputa tão acirrada.


O debate entre os jurados foi longo e, depois de declarado um empate técnico, Vini teve que voltar a sala de competição para fazer mais perguntas aos mecânicos. Um momento tenso. Ele pediu mais torques aos dois e também quis saber qual foi o óleo utilizado por cada um. Depois de colher essas informações, não restou dúvidas de quem seria o vencedor. José Junior utilizou o óleo errado, erro considerado grave, o que garantiu Carlos na próxima fase. Marron ficou encarregado de anunciar o vencedor e, depois de muito suspense, consagrou Carlos como o último semifinalista da competição.


Chegamos às semifinais!

Já conhecemos os quatro semifinalistas que seguem vivos na disputa! Ana Paula, Carlos, Gurae e Ianatã estão cada vez mais próximos de alcançar seus objetivos: o título de melhor mecânico de bicicletas do Brasil! Eles vão se enfrentar em uma prova desafiadora, em que o nível de exigência dos jurados vai ser ainda mais alto! Não perca, é terça-feira (17), às 19h, no canal do Desafio Mecânico!


Veja o episódio completo:


Texto por: Luis Gustavo de Carvalho

159 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo