Buscar
  • desafiomecanico

Resumão da terceira batalha (Quartas de Final): Barb x Ianatã

O terceiro episódio das quartas de final pegou fogo! Em um duelo de alto nível e de muito bom humor, um dos mecânicos finalmente montou a suspensão por completo.

Ianatã Veiga, 28 anos, de Imbituba-SC e Sanderson Barb, 34 anos, de Amparo-SP se destacaram em suas batalhas na primeira fase, chegando até às quartas de final para se enfrentarem sem favoritos na disputa. O embate entre os dois foi de alto nível e com uma pitada de bom humor, resultando na primeira suspensão montada nestas quartas de final.


Vale lembrar que nesta fase todos os participantes têm que desmontar, substituir o kit de reparo e remontar a suspensão Manitou Markhor, em até 30 minutos. Nas provas foram utilizadas peças, ferramentas e insumos da mais alta qualidade, referências no mercado: Suspensão Manitou Markhor, óleo de suspensão Algoo e ferramentas Park Tool, além do relógio Garmin Forerunner 245 que monitorou a frequência cardíaca dos participantes durante toda a prova.


O confronto

A batalha entre os dois mecânicos começou a todo vapor e, assim como outros participantes, a primeira ação de Barb foi esvaziar o ar da suspensão, erro que se mostrou frequente ao longo da competição. Ianatã, por outro lado, até chegou perto de esvaziá-la, mas quando estava prestes a fazer, largou a ferramenta e foi abrir o manual, ato que pode ter mudado seu futuro na disputa...

A prova seguiu com os dois mecânicos muito focados, até que o primeiro erro de Ianatã apareceu. O catarinense utilizou o torquímetro para soltar algumas peças, algo que não é aconselhável, por correr o risco de danificar a ferramenta. Do outro lado da disputa, Barb passou longos minutos perdido no painel de ferramentas e só depois de muito tempo encontrou o que procurava, porém já não era possível recuperar os minutos perdidos.


Restando poucos segundos para o fim da prova, Ianatã finalmente conseguiu montar a suspensão, se tornando o primeiro competidor a terminar o serviço nesta fase. Barb manteve o bom humor e, vendo que não havia mais tempo para correr atrás do prejuízo, decidiu usar os últimos segundos da prova para meditar.


O veredito

Barb foi o primeiro a ser avaliado pelo trio de jurados, que logo chamou sua atenção por não abrir o manual em nenhum momento durante a prova. O mecânico respondeu, em um momento cômico, que achava que o tablet com o manual de instruções era, na verdade, um quadro. Outros erros também foram apontados pelo trio, como a utilização do óleo errado, o tempo perdido com o painel de ferramentas e a entrega do serviço incompleto, é claro.


Ianatã também recebeu algumas críticas, pois além de ter utilizado o torquímetro para soltar as peças, o catarinense também utilizou o aparato errado para medir a quantidade de óleo. Ele, no entanto, foi o único até aqui que montou a suspensão por completo e, apesar de alguns erros, ela parecia funcionar bem ao ser testada pelo juri, o que lhe rendeu elogios e a tão sonhada vaga nas semifinais. Marron anunciou Ianatã como o vencedor, que foi reconhecido pelo seu adversário com muito merecimento.


Próximo episódio

Você gosta de emoção? Então se prepare... Na próxima terça (10), às 19h, teremos um embate de gente grande! Na última batalha das quartas de final, José Junior vai colocar sua experiência frente a frente com Carlos Eduardo em um duelo de tirar o fôlego! Você não pode perder!


Veja o episódio completo:


Texto por: Luis Gustavo de Carvalho

116 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo